Blog

10 músicas sertanejas antigas para você recordar

Música
20.07.2015

E quem não se lembra das músicas sertanejas antigas, dos clássicos de Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé di Camargo e Luciano e Gian e Giovani da década de 90? Todo sertanejo que adora uma música romântica com certeza sabe de cor.  Confira o que selecionamos para vocês:

10 Músicas sertanejas antigas que nós amamos

1- É o amor – Zezé di Camargo e Luciano

É o Amor é uma canção composta por Zezé Di Camargo para integrar o primeiro LP de sua parceria com seu irmão, a dupla Zezé Di Camargo & Luciano, no ano de 1991. A música foi a última do disco e  alavancou a carreira dos irmãos goianos. O sucesso da canção foi tanto, que o hit chegou a ser gravado por Maria Bethânia e também pelo grupo Raça Negra.
728x90-1

2-Pensa em mim – Leandro e Leonardo

Um dos maiores sucessos sertanejos foi uma das músicas sertanejas antigas mais tocadas no Brasil na década de 90. Ainda nessa década, em 1998, Leandro faleceu em decorrência de um câncer raro de pulmão e Leonardo partiu para a carreira solo sendo considerado o maior cantor sertanejo romântico do Brasil.

3- Chitãozinho e Xororó – Evidências

Não se sabe a data exata de gravação do primeiro disco de Chitãozinho e Xororó. O primeiro disco oficial foi “Galopeira” em1970, mas o reconhecimento do grande público veio em 1982 com a canção “Fio de Cabelo” do disco Somos apaixonados, oitavo trabalho da dupla, que vendeu mais de 1,5 milhão de cópias e abriu as portas das rádios FM´s para a música sertaneja. A música Evidências também revelou-se um grande sucesso.

4- Christian e Ralf – Nova York

Reconhecida nacionalmente e internacionalmente, foi a primeira dupla sertaneja a gravar em formato de CD, foi também a primeira dupla a vender 1 milhão de cópias de LPs, o que foi considerado um feito histórico nos anos de 88 a 90, feito alcançado somente pelo “Rei” Roberto Carlos.

5- Gian e Giovani – o grande amor da minha vida

Em 1998 no oitavo álbum intitulado como “Meu Brasil” a dupla mais uma vez alcançou as paradas de sucesso com o hit “O Grande Amor Da Minha Vida” também conhecida como “Convite De Casamento”.

728x400
6-Rick e Renner – Ela é demais

Rick e Renner foi uma dupla sertaneja do Brasil. Uma parceria que durou 25 anos, formada no ano de 1987, e que permaneceu em atividade até o dia 8 de dezembro de 2010, quando se separaram. Eles retomaram a formação em 24 de setembro de 2012 com a mesma essência de outrora. Mas, em 5 de Janeiro de 2015, o cantor Rick anunciou, novamente, a separação da dupla.

7- Cleiton e Camargo – Quando um grande amor se faz

Ganharam projeção nacional com suas canções e principalmente com uma das versões mais conhecidas da música: Quando um grande amor se faz, um clássico entre as músicas sertanejas antigas.

8- Sérgio Reis – Panela velha

Paulistano nascido no tradicional bairro de Santana, Sérgio Reis fez parte da Jovem Guarda na década de 1960, criando em 1967 a música “Coração de papel”. Gravou seu primeiro disco de música sertaneja com a música “Menino da gaita” em 1972. Seguiu-se o sucesso de “Menino da Porteira”, “Adeus Mariana”, “Disco Voador”, “Panela Velha”, “Filho Adotivo”, “Pinga ni Mim” e várias outras canções.

9- Roberta Miranda – São tantas coisas

É a quarta cantora brasileira que mais vendeu discos. Com 15 milhões de cópias, fica atrás apenas de Rita Lee, Xuxa e Maria Bethânia. Entre seus maiores sucessos estão A Majestade O Sabiá, Pimenta Malagueta, Vá Com Deus, Sol da Minha Vida e São tantas coisas.

10- João Paulo e Daniel – Estou apaixonado

João Paulo (José Henrique dos Reis) e Daniel (José Daniel Camillo), nascidos em Brotas (São Paulo), formaram uma dupla sertaneja em 1980. Em 1985 lançaram Amor sempre Amor, o primeiro álbum de estúdio. Fizeram vários hits na carreira, como a canção Estou Apaixonado, versão de Estoy Enamorado, principal single da dupla.

A dupla terminou em 12 de setembro de 1997, quando um acidente automobilístico tirou a vida de João Paulo. Daniel seguiu carreira solo.

compartilhe o post

Comente Pelo Facebook