Blog

Cavalo Pantaneiro é estrela em livro realizado pela Embrapa

Mundo Country
18.08.2016

Rústico, resistente, habilidoso. As características do cavalo Pantaneiro são o que o tornam um animal único.  Uma raça adaptada para a vida na maior planície alagável do mundo.

A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) produziu um livro para disseminar a história e conservar a raça amada pelo peão pantaneiro.

Nós conversamos com a pesquisadora Sandra Santos, uma das editoras do livro e responsável pelo núcleo de criação e conservação do cavalo Pantaneiro da Embrapa. Ela nos contou o processo de 27 anos de pesquisa com 50 autores para registro dos conhecimentos sobre o cavalo Pantaneiro.

As pesquisas

A ideia do livro surgiu depois de anos de pesquisa sobre o animal, que teve início no núcleo de criação e conservação na Embrapa Pantanal em 1988.

A raça ainda era pouco estudada, mas já valorizada pelos criadores que se empenharam para a criação da ABCCP (Associação Brasileira de Criadores do Cavalo Pantaneiro) em 1972 no município de Poconé, no Mato Grosso.

As informações sobre o cavalo Pantaneiro eram escassas. A partir daí, veio a necessidade de elaborar um projeto que estudasse a raça e definisse a origem, genética, características nutricionais, sanitárias, reprodutivas e assim por diante.

Depois da longa duração desse projeto, a Embrapa havia reunido vários dados e informações que nem sempre chegavam até o conhecimento do produtor.

O livro é uma importante documentação.  Segundo Sandra, também é interessante para os estudantes da área animal e para os criadores de cavalos.  “Eu considero o livro como um banco de informações sobre o cavalo Pantaneiro, em que é possível encontrar grande parte dos estudos efetuados com a raça, assim como informações sobre o histórico, normas da ABCCP sobre o padrão racial, genealogia, etc. Este livro será a base de conhecimentos da raça para quaisquer estudos atuais e futuros.”

A Embrapa Pantanal coordenou vários projetos de pesquisas.  Assim, conseguiu reunir uma equipe multidisciplinar efetuando parcerias com outras unidades da Embrapa, Universidades e, em especial, com a ABCCP. Os estudos com a raça sempre foram feitos com a participação conjunta dos criadores e da Associação.

O cavalo Pantaneiro

Assim como grande parte das raças brasileiras, o cavalo pantaneiro tem uma origem comum. É descendente dos cavalos ibéricos que vieram com os primeiros colonizadores. No Pantanal, os animais que foram soltos encontraram condições apropriadas, como pastagens nativas de alta qualidade, e se disseminaram pela região.

cavalo pantaneiro-2

A raça tem características valiosas, em especial de adaptabilidade. A tolerância ao calor, a resistência dos cascos à umidade (outra raça não sobrevive às inundações) aliadas ao hábito de se alimentar dentro d’água o tornam um animal rústico e funcional.

O cavalo pantaneiro tem grande habilidade para o trabalho no campo e atualmente vem sendo usado em provas esportivas, como o laço comprido. Este talvez seja um novo mercado para a raça. Porém, as pesquisas devem continuar visando a atualização e monitoramento do programa de conservação e melhoramento garantindo,  assim, que a raça não perca suas características essenciais herdadas pela seleção natural. Hoje o cavalo pantaneiro apresentado nos Leilões de elite alia beleza e funcionalidade.

Edição

Sandra lembra que no início a equipe era pequena e com o tempo houve o amadurecimento da ideia, a expansão e o aprofundamento dos conhecimentos. “Uma raça que era pouco conhecida, agora tem uma base de conhecimentos sólida e disponível. Porém, para nós é apenas o começo, pois há muitas pesquisas a serem feitas em prol do desenvolvimento e conservação da raça”.

Lançamento do livro Cavalo Pantaneiro :rústico por natureza. Na foto, da esquerda para a direita estão Suzana Salis (editora), Dra Emiko Resende (Chefe geral da Embrapa Pantanal), Sandra Aparecida Santos (editora) e José Aníbal Comastri Filho (editor). Foto: Nicoli Dichoff

Lançamento do livro Cavalo Pantaneiro: rústico por natureza. Na foto, da esquerda para a direita estão Suzana Salis (editora), Dra Emiko Resende (Chefe geral da Embrapa Pantanal), Sandra Aparecida Santos (editora) e José Aníbal Comastri Filho (editor). Foto: Nicoli Dichoff

Os primeiros contatos para produção do livro começaram há dez anos. As pesquisas evoluíram e os capítulos rascunhados foram atualizados. A edição foi feita pela equipe Embrapa Informação Tecnológica que fica em Brasília. Segundo a pesquisadora, a maior dificuldade foi conseguir fotos de qualidade para ilustrar todo o conteúdo e elaborar contratos de uso de imagem. Entre fotógrafos amadores e profissionais, o livro contou com a colaboração do documentarista Haroldo Palo Júnior, que cedeu a foto da capa e outras que ilustram alguns capítulos.

O livro

No livro participam 50 autores da Embrapa e de diversas Instituições, assim como estudantes, criadores e técnicos. A participação de muitas pessoas no processo dificultou a finalização do projeto, mas, apesar do desafio, valeu a pena, segundo Sandra.

Alguns capítulos do livro descrevem a criação da ABCCP e também contam a história dos pioneiros da raça. De acordo com a pesquisadora, “foi feito o convite para alguns pesquisadores que achamos importante focar e iniciamos a elaboração do livro”.

Nas páginas, o cavalo Pantaneiro ganha destaque e encanta não só os criadores. A pesquisadora conta que a intenção era despertar o interesse de técnicos, peões, apaixonados por cavalo, crianças, entre outros. “Na verdade, o sonho era escrever um livro técnico associado a imagens que mostrassem o valor e a beleza da raça. Um livro que também pudesse ser apreciado somente olhando as imagens e lendo as frases de destaque”.

livro cavalo pantaneiro

Cavalo Pantaneiro: rústico por natureza está disponível para venda na Livraria Embrapa. Acesse e confira os detalhes. Outras informações podem ser obtidas também pelo telefone (61) 3448-4236 ou Fax (61) 3448 2494.

Veja também:
Saiba qual a raça de cavalo mais popular em cada região do Brasil
5 dicas para manter a pelagem do cavalo saudável e bonita

 

compartilhe o post

Comente Pelo Facebook