Blog

Conheça a vida de um locutor de rodeio

Curiosidades
23.09.2016

“Pra ser locutor de rodeio é preciso de muita animação, tem que ter voz de gigante e ter paixão na profissão”. Assim começa nossa história do dia. A profissão de locutor de rodeio é conhecida, principalmente, por narrar e animar as festas de rodeio. Porém, esse profissional também pode exercer cargos em programas de televisão e rádio.

A história de Almir Cambra – o locutor de rodeio

A história de hoje é do locutor mais técnico do rodeio brasileiro, Almir Cambra. Sua carreira é guiada através do trabalho sério que realiza em inúmeros rodeios pelo país.  Ele já ganhou diversos prêmios e, atualmente, exerce a profissão com grande maestria.

Almir conta que ainda na juventude, com apenas 13 anos, começou a narrar por brincadeira em sua casa. Sempre imitando o famoso locutor Zé do Prato. Logo depois, na chácara de um amigo, Jorge Malóca, em Jaboticabal, foi palco para seu primeiro contato com o microfone.

728x90

Foi em 1993, que Milton Colenghi, do grupo Os Independentes, levou Almir para narrar o rodeio Júnior da Festa do Peão de Barretos. Em 1994, Almir se tornou o locutor oficial do Circuito Cowboy Forever de Rodeio Universitário do Brasil.

Já no ano de 1995, foi nomeado o locutor revelação da Festa do Peão de Barretos. Foi quando ingressou no Rodeio Internacional e no mesmo ano narrou a Grande Final do Barretos International Rodeo.

No início da carreira, Almir trabalhava em cerca de 40 rodeios no ano. Hoje, o volume é ainda maior, atingindo até 60 festas no ano.locutor-de-rodeio-2

O locutor revela que essa profissão é sua paixão. E para ser um bom profissional é preciso estar por dentro de tudo aquilo que vai acontecer na arena.  É necessário ser objetivo em suas colocações.

Dicas do Almir Cambra

Uma voz boa e a dicção em primeiro lugar, são algumas das características do bom locutor de rodeio. A narração precisa ser interpretativa, pois é preciso levar a emoção das montarias no coração das pessoas.

A dica que Almir dá para os futuros e aspirantes a locutores de rodeio é que adquiram conhecimento. Para ter experiência e conquistar uma boa prática de narração é preciso observar se a profissão realmente está no seu coração. É preciso ter cautela, pois o locutor deve fazer aparecer, primeiramente, o esporte da montaria, e em segundo o profissional de locução. “Encare como profissão e não aventura”.

locutor-de-rodeio-4

Almir Cambra com o chapéu da linha Eldorado que leva seu nome.

Almir ainda deixa uma mensagem para os leitores da Brasil Cowboy: “Pra ser bom catireiro, tem que ser ligeiro no pé. Quem não gosta de viola, brasileiro bom não é. Almir Cambra aqui na Brasil Cowboy e seja o que Deus quiser!”

Foto Destaque: Site Almir Cambra

compartilhe o post

Comente Pelo Facebook