Blog

Mundo country: conheça o Team Roping ou Laço em Dupla

Esporte
14.04.2015

A prova do Team Roping (ou Laço em Dupla) começa bem antes dos competidores irem para a Arena. O objetivo é laçar a cabeça e as patas do boi, de aproximadamente 200 kg, no menor tempo possível.

As provas são realizadas em uma pista de areia de mais ou menos 90 m de comprimento por 40 m de largura. Os bois passam por um corredor estreito até chegarem ao brete.

O laçador que ocupa o lado esquerdo do brete é chamado cabeceiro, pois ele deve laçar a cabeça do novilho e o competidor do lado diretito é o peseiro, pois tem que laçar as patas traseiras.

teamropingparana

Os cavalos precisam ficar frente a frente antes da largada e nenhum animal pode sair antes do boi, caso contrário, a dupla é penalizada. O cavalo, geralmente Quarto de Milha, é parte fundamental da prova. Depois que a barreira é aberta, o boi sai em disparada. O cabeceiro é o primeiro a sair atrás do animal. Assim que o boi é laçado pelos chifres, o peseiro deve entrar em ação.

Se o cabeceiro “queimar” a largada, por exemplo, a dupla tem 10 segundos acrescentados ao tempo final. Já o peseiro, se laçar apenas uma das patas do boi, terá 5 segundos de penalidade. Os competidores precisam ser ágeis e bem treinados para serem campeões.

laço em dupla team roping

Assim que o boi é esticado, o juiz para o cronômetro, o boi é liberado e trota para o final da pista.

Uma equipe de nível profissional bem sucedida leva entre 4 e 7 segundos para completar a prova.  Em níveis mais baixos, uma equipe pode levar mais tempo para executar essa tarefa.

O team roping foi desenvolvido por cowboys nos ranchos americanos pela necessidade de capturar animais adultos envolvendo mais de um homem.

Como funciona o team roping:

– O boi é liberado do brete com uma ligeira vantagem, o cavalo e o cavaleiro saem depois de uma distância predeterminada.

atletas team roping

– O que vai à frente puxa o boi para uma posição em que o segundo possa laçar as patas do boi.

– Laçar as patas traseiras é a mais difícil das tarefas

Equipamentos utilizados:

– Corda: Poliéster e nylon, conhecida como “Laço Americano”. O laço para o  cabeceiro é mais curto (mais ou menos 10 metros), que o do peseiro (uns 15 metros).

Os laços recebem nomes diferentes conforme sua textura. Para cabeça são usadas cordas mais macias, conhecidas como: “Extra-Soft” (extra macia); “Soft”(Macia) e “Médium-Soft”(macia média). Para os pés são usadas cordas mais duras: “Médium-Soft” (macia média); “Médium” (media); “Hard-Medium” (média-dura) e “Mediumhard” (dura-média). Como o laço é muito praticado por crianças, existem cordas especiais para elas.  A presença dos pequenos é quase certa em torneios, fazendo com que esse esporte cresça cada dia mais no Brasil.

– Protetor para os chifres: São colocados em volta dos chifres para evitar queimaduras da corda

Laço em Dupla

– Luvas: Para evitar queimaduras nas mãos dos peões

– Selas: Confortável, com costura reforçada

– Skid boots: Protege contra lesões nas patas dos cavalos

Campeões do Team Roping

Lucinei Nunes Nogueira Junior (Juninho Testa), 24 anos, ficou em segundo lugar na WNFR (Wrangler National Finals Rodeo), uma das melhores competições de laço do mundo. Para o Brasil, é um grande feito, pois foi o primeiro brasileiro a competir na final desta modalidade.

Juninho Testa Laço em Dupla

Juninho Testa nasceu com o dom para o laço. Com vários títulos no currículo, entre eles o de heptacampeão nacional, tornou-se profissional quando tinha 14 anos. Em premiação, fora a quantidade em dinheiro, são nove carros, 54 motos e dois trailers.

Seu parceiro é Jake Barnes, cabeceiro, com nada menos que 25 participações na WNFR e sete títulos mundiais. Aos 56 anos, é um dos laçadores mais respeitados do mundo. Na dupla, Juninho é responsável por laçar os pés do boi.

Juninho Testa Laço

Com seu parceiro Jake Barnes, ele conquistou o segundo lugar na final,  individualmente ficou como o sétimo melhor laçador do mundo e foi considerado o destaque do ano como laçador, sendo escolhido o “Rookie of The Year Champion”.

Como praticar:

Para praticar team roping é necessário um treinamento prévio com especialista. O treino é feito em cavaletes em que se ensina os princípios básicos, posicionamento e postura.

Para fazer curso de Laço em Dupla, procure o centro de treinamento mais próximo de sua cidade.  Em Rubiácea, São Paulo, há o Centro de Treinamento Rafael Paoliello (http://www.centrodetreinamentorp.com.br).

Há também o DVD de Laço em Dupla do profissional Ricardo Bassetto, em que mostra as técnicas adotadas para garantir resultado nas pistas.

Fivela Team Roping

Fivela Team Roping

Você pode acompanhar os campeonatos pelo Facebook do Centro Nacional de Team Roping (CNTR) e no Portal do Laço em Dupla.

compartilhe o post

Comente Pelo Facebook